Notícias

Regulamento JESB 2012

Nenhum comentário

01/03/2012 15:50

JOGOS ESCOLARES BATISTENSE

DE 09 A 13 DE ABRIL DE 2012

REGULAMENTO GERAL

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem os JOGOS ESCOLARES BATISTENSE

Art. 2º - Este evento é uma promoção da Prefeitura Municipal,em parceria com a Secretária da Educação, realizado através da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES - a quem compete à coordenação e a interpretação deste Regulamento e conta com o apoio das entidades educacionais, esportivas e filantrópicas.

Art. 3º - Todos os participantes deste evento serão considerados conhecedores da legislação desportiva vigente.

DOS OBJETIVOS

Art. 4º - Os JOGOS ESCOLARES BATISTENSE tem como objetivos:

*Promover o intercâmbio esportivo entre seus participantes;

*Dar continuidade ao processo pedagógico vivenciado nas escolas;

*Desenvolver os princípios que norteiam o esporte educacional municipal: co-educação, emancipação, integração, participação, regionalismo e totalidade;

*Situar a escola como centro cultural, esportivo e formativo da comunidade.


DAS AUTORIDADES

Art. 5º - Na vigência dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE todos os órgãos, oficiais e constituídos, diretamente envolvidos, bem como as pessoas a eles vinculadas, serão reconhecidos como autoridades.

Art. 6º - É de competência da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES a supervisão dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE todos
§ 1º- A coordenação geral será de responsabilidade do FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES
§ 2º- A coordenação técnica será de responsabilidade do Gerente Esportivo da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES

DAS MODALIDADES ESPORTIVAS

Art. 7º - Constarão do programa dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE , competições nas seguintes modalidades esportivas:

Atletismo...Masculino e feminino;
Futebol de Salão...Masculino e feminino;
Handebol...Masculino e feminino;
Tênis de Mesa...Masculino e feminino;
Voleibol...Masculino e feminino;
Voleibol de areia (duplas)...Masculino e feminino
Xadrez.
Moleque bom BolaMasculino e feminino.
M\asculino e feminino

DA PARTICIPAÇÃO

Art. 8º - dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE poderão participar alunos-atletas matriculados em estabelecimento de ensino do município de São João Batista pertencentes às redes estadual, municipal ou particular, nascidos entre 1998 e 2000 (11 a 14 anos).

Art. 9º - Cada aluno-atleta poderá participar de três modalidades. Mais o atletismo
§ 1º- No atletismo o aluno poderá participar de duas prova individual mais o revezamento.

Art. 10º - A identificação do aluno-atleta será feita mediante apresentação de documento original, com foto, expedido por órgão oficial (Carteira de identidade, Passaporte). Facultativo na fase Municipal.

Art. 11º - A escola interessada em participar dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE deverá enviar seu pedido (termo de compromisso) em modelo emitido pela FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES, até 02/03/2012

§ 1º- Cada escola será representada por uma única delegação, na qual poderá inscrever apenas uma equipe por modalidade e sexo.

DAS INSCRIÇÕES

Art. 12º - A ficha geral de inscrição, contendo a relação nominal dos componentes da delegação (alunos-atletas e dirigentes), em modelo próprio, deverá ser entregue até a data definida no Congresso Técnico.

§ 1º- Anexo a ficha geral de inscrição, deverá ser apresentado o “atestado de matrícula escolar”, original, de todos os alunos-atletas inscritos, contendo o carimbo do Estabelecimento de Ensino e da direção do mesmo e estar devidamente assinado.

Art. 13º – O número de inscritos com o número de alunos-atletas por sexo na ficha geral de inscrição é:

Atletismo – por prova3Revezamento4
Futsal12Handebol12
Voleibol12Voleibol Areia3
Xadrez3Tênis de mesa3
Moleque Bom de Bola18

Art. 14º – A escola poderá relacionar até Quatro dirigentes, a saber:

Um diretor, um professor-técnico, auxiliar-técnico e um massagista.

DAS ETAPAS

Art. 15º - Os JOGOS ESCOLARES BATISTENSE será realizada nas seguintes etapas:

1º etapa - Municipal;

Art. 16º - Para ser realizada uma competição na etapa municipal, indiferente da modalidade, é necessário haver a participação de no mínimo três escolas.

Escolar
Art. 17º - Nesta etapa, a coordenação e execução da dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE ficará sob a responsabilidade das direções dos estabelecimentos de ensino, com o apoio e participação dos professores e da comunidade.

Municipal

Art. 18º - Nesta etapa, a coordenação e execução dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE ficará sob a responsabilidade da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES.

DO CONGRESSO TÉCNICO

Art. 19º - Por ocasião da Olimpíada Estudantil de São João Batista, os seus participantes se reunirão em um congresso técnico, no dia 04/04/2012. Às 13.30h na secretaria da FUBE e será presidido pelo Diretor da Fube ou seu representante, com a seguinte ordem do dia:

(A) Assuntos gerais;

B) Cronograma dos congressos técnicos específicos de modalidades;
C) Sorteios para a formação das chaves.

§ 1º- As deliberações provenientes deste congresso, serão tomadas por “maioria dos votos”, cabendo ao presidente, o voto de desempate.

§ 2º- Durante o congresso técnico, não serão aceitas propostas de alteração deste Regulamento, se as mesmas forem consideradas contraditórias aos objetivos dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE.
§ 3º- Somente terá direito a voto um representante de cada escola participante, devidamente credenciado e diretamente interessado no assunto em discussão.

DOS CERIMONIAIS

Art. 20º-- Os JOGOS ESCOLARES BATISTENSE será iniciada por uma cerimônia (cerimonial de abertura), organizada pela Secretaria de Educação de São João Batista, da qual deverão participar todas as escolas envolvidas, devidamente uniformizadas.

§ 1º- É vetada, durante este cerimonial, qualquer manifestação que deponha contra os objetivos dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE.
§ 2º- O cerimonial de abertura constará de:

a)Concentração e desfile das delegações;
b)Canto do hino nacional, com hasteamento das bandeiras;
c)Canto do hino de São João Batista;
d)Saudação da Secretária da Educação;
e)Saudação do Prefeito Municipal;
f)Pronunciamento do juramento do aluno-atleta;
g)Declaração de abertura;
h)Retirada das delegações.


Juramento do aluno-atleta:

“JURO QUE PARTICIPAREI dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE , COM HONRA, RESPEITO E LEALDADE, CONTRIBUINDO PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE E DA EDUCAÇÃO DO MEU MUNICÍPIO”.

Art. 21º - Após o encerramento de cada modalidade esportiva (no atletismo durante a competição, após o encerramento da prova), a FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES deverá organizar uma cerimônia (cerimonial de encerramento e/ou premiação), onde serão entregues as medalhas, troféus e/ou demais prêmios aos alunos-atletas, às equipes e/ou as escolas.

DA PONTUAÇÃO E DAS PREMIAÇÕES

Art. 22º - A premiação da dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE nas etapas “ escola”, ficará a cargo da respectiva coordenação.

Art. 23º - Para a etapa municipal, a FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPÓRTE oferecerá medalhas aos primeiros, segundos e terceiros lugares.


Art. 24º - A FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPÓRTE oferecerá um troféu à escola campeã geral.

§ 1º- Para a apuração dos classificados definidos neste artigo, será utilizada a seguinte tabela de pontuação para cada modalidade e sexo, incluindo a modalidade disciplina:

1º lugar -10 pontos4º lugar -06 pontos
2º lugar -08 pontos5ª lugar05 pontos
3º lugar -07 pontos

§ 2º- Na modalidade em que houver competição individual e por equipe, somente será pontuado a escola que apresentar número mínimo de alunos-atletas na competição por equipe, conforme a Regra Oficial e Regulamento Técnico da modalidade.

§ 3º- Se alguma modalidade não puder ser concluída durante a etapa do evento, a mesma não será levada em consideração para efeitos de apuração na classificação geral.

§ 4º- Em caso de empate após atribuição de todos os pontos, obedecer-se-á aos seguintes critérios de desempate:

A)Maior número de primeiros lugares;
B)Persistindo o empate, considerar-se-á o maior número de segundos lugares, e assim sucessivamente.

COMISSÃO DISCIPLINAR PEDAGÓGICA

Art. 25º - A Comissão Disciplinar dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE com as funções de analisar, emitir parecer e julgar, “à luz” do Código de Justiça Desportiva de Santa Catarina, basear-se-á na Lei 9.615/98, regulamentada pelo Decreto Nº 2.574/98, e neste Regulamento.

Art. 26º - A tarifa para ingresso de processos de queixas, protestos, denúncias ou recursos, será cobrada pela FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES, em valor de R$ 200,00.

Parágrafo Único - Somente em caso de ser procedente a queixa, o protesto, a denúncia ou o recurso, o valor recolhido será devolvido à parte requerente.

DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 27º - O promotor e/ou patrocinador dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE , poderão utilizar imagens dos participantes para campanhas publicitárias.

Art. 28º - Todo dirigente (diretor, professor-técnico, auxiliar-técnico e massagista ), quando estiver no setor interno de uma competição, deverá vestir calça ou agasalho esportivo, camiseta ou camisa e calçados (sapato ou tênis).

Art. 29º - Ficam proibidos a todos os membros da organização, patrocinadores, dirigentes ou alunos-atletas, fumar ou consumir bebida alcoólica dentro dos complexos esportivos e salas onde esteja sendo organizado ou disputado o evento.

Art. 30º - As delegações deverão usar nos jogos as camisas fornecidas pela Secretaria da Educação.

Art. 31º - No caso do coordenador da modalidade considerar uma delegação sem condições de disputar uma competição, deverá impedi-la de fazê-lo, dando-lhe o prazo de quinze minutos de tolerância para as devidas providências, findo o qual, caracterizará o “WO”.

Art. 32º - Não será permitida, nos locais de competição, a manifestação de torcedor (es) utilizando instrumentos musicais, ou objetos de percussão ou com som estridente.

Art. 33º - Toda comunicação da coordenação geral e/ou técnica da Olimpíada Estudantil de São João Batista será feita através de Nota Oficial, que será publicada no Boletim do evento.

Art. 34º - Os casos não previstos neste Regulamento serão resolvidos pela FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES

Art. 35º - A FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES reserva-se o direito de, sempre que achar necessário, alterar este Regulamento.

Art. 36º - Este Regulamento entra em vigor a partir da data de 09 de Abril de 2012.


DISPOSIÇÕES TÉCNICAS

Art. 1º- Quando da coincidência de cores nos uniformes das equipes, havendo necessidade de troca (definida pelo coordenador da modalidade), caberá à delegação que estiver colocada no lado esquerdo da tabela, fazê-lo.

Art. 2º - Quando da interrupção de uma competição por motivo extraordinário, será tomada a seguinte providência:

a) até uma hora - será reiniciada no mesmo local, com o mesmo tempo e placar;

b) mais de uma hora - será anulada, cabendo à comissão técnica determinar novo local (se necessário) e horário.

Art. 3º - Será dado um prazo de quinze minutos para que a delegação apresente-se em condições de disputar uma competição.

§ 1º- O prazo acima definido inicia a partir do momento em que o técnico ou capitão da delegação presente assine a respectiva súmula, considerado o horário previsto para o início da competição.
§ 2º-Esgotado este prazo, a delegação faltosa será declarada perdedora por “WO” e responderá perante a Comissão Disciplinar e/ou Comissão Disciplinar Pedagógica pela sua falta.

Art. 4º - Nas modalidades de futebol de salão, handebol e voleibol, deverá ser preenchida e entregue na mesa da coordenação da modalidade, a ficha técnica, acompanhada das respectivas carteiras de identificação, trinta minutos antes do horário marcado para iniciar a competição, sob pena da perda do direito de aquecimento no local da disputa.( Facultativo)

Parágrafo Único – As carteiras de identificação dos alunos-atletas e dirigentes deverão permanecer na mesa de controle até o final da partida, sendo devolvidas logo após o término da mesma, juntamente com cópia da súmula.(Facultativo).

Art. 5º - O aquecimento de uma delegação não poderá contribuir para o atraso da competição.

Art. 6º - No caso de suspensão ou exclusão de alguma delegação de uma determinada modalidade, não serão considerados os seus pontos e/ou resultados obtidos na fase da competição.

Art. 7º - O aluno-atleta ou dirigente desqualificado ou expulso, estará automaticamente suspenso da partida seguinte, independentemente da punição que lhe vier a ser imposta pela Comissão Disciplinar.

Art. 8º - Este Regulamento poderá ser alterado, em cumprimento às alterações das Regras Oficiais específicas de cada modalidade, sempre respeitando o início de cada etapa do evento.

 

DOS SISTEMAS DE DISPUTA

Art. 9º - Para a realização dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE será adotado pela FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES o sistema de disputa que melhor se adaptar ao evento, considerando-se o número de inscritos, instalações e o tempo disponível, utilizando-se, sempre que possível, o critério abaixo:


I) Com a participação 03 a 05 equipes:

Chave Única - As equipes jogam entre si, obtendo-se diretamente a classificação final.


ATLETISMO

08 – A contagem geral de pontos para cada prova individual será a seguinte:

-1º lugar – 10 pontos-5º lugar – 05 pontos
-2º lugar – 08 pontos-6º lugar – 04 pontos
-3º lugar – 07 pontos-7º lugar – 03 pontos
-4º lugar – 06 pontos-8º lugar - 02 pontos.

8.1 – No revezamento, a contagem de pontos será em dobro.

8.2 – Serão acrescidos com três pontos de bonificação os novos recordes estabelecidos. Estes, porém, somente serão homologados observando-se os resultados obtidos distintamente.

8.3 – No caso de empate na contagem geral da competição, a melhor classificação reverterá em favor da escola que obtiver o maior número de primeiros lugares; persistindo o empate, o maior número de segundos lugares e assim sucessivamente.

8.4 – Poderão participar das competições os alunos-atletas regularmente inscritos na FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES, respeitando-se os itens 03 e 04, bem como estar devidamente inscrito para o referido evento.

8.5 – A competição será realizada em etapas.

09 – As provas só poderão ser adiadas por motivo de força maior e por determinação da coordenação da modalidade e da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES
10 – No caso de as provas serem suspensas ou adiadas em função de intempérie, elas serão reiniciadas depois de aprovadas as condições do campo atlético pela coordenação da modalidade e Diretoria Técnica do evento.

10.1 – Na permanência do mau tempo até o final dos jogos, e desde que o campo atlético não ofereça condições, a competição ficará suspensa, e não se somarão os pontos das escolas. Os resultados obtidos pelos alunos-atletas serão homologados. Esta decisão caberá a Secretaria da Educação, juntamente com a FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES.

11 – A programação será feita com antecedência pela Comissão Técnica da FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES, e sugestões escritas serão aceitas no congresso técnico da modalidade, as quais, depois de estudadas, poderão vigorar no ano seguinte.

12 – Quando o número de participantes não exceder o número de raias, as provas serão realizadas no horário previsto para a final.

13 – A numeração e os alfinetes serão de responsabilidade de cada escola participante, obedecendo à numeração estabelecida pela FUNDAÇÃO BATISTENSE DE ESPORTES

13.1 – O aluno-atleta deverá possuir obrigatoriamente dois números iguais, colocados um na frente e outro nas costas.

13.2 – O número do aluno-atleta não poderá ser trocado durante a competição.

15 – Nos revezamentos, os alunos-atletas de cada equipe deverão competir com uniformes idênticos entre si.

16 – Os alunos-atletas deverão comparecer devidamente uniformizados para a premiação.

16.1 – Os alunos-atletas que não comparecerem na primeira chamada para a premiação receberá suas medalhas após o término da competição.

17 – As distribuições das raias, bem como para saltos e lançamentos, serão efetuadas no momento da confecção das súmulas. Técnicos e alunos-atletas interessados poderão estar presentes.

18 – Os protestos e recursos ocorridos durante as provas serão resolvidos inicialmente pelo árbitro da prova, em segunda instância pelo árbitro geral e, em última instância, pelo júri de apelação, composto por pessoas presentes à competição, indicadas quando da realização do Congresso Técnico da modalidade, cumprindo o que determina o artigo 79 do Regulamento Geral.

19 – As provas realizadas deverão apresentar um número mínimo de seis alunos-atletas participantes.

Normas para as disputas das modalidades.

1 – ATLETISMO.

1.1 - Constarão do programa as seguintes provas para ambos os “naipe”:
As corridas:
75 metros
- 250 metros.
- 1.000 metros F;1500 M
o revezamento: 4 X 75 metros;
o arremesso: peso (4 e 3 kilogramas.);
o salto em distância.

1.2 - Cada estabelecimento de ensino poderá inscrever, no máximo, três aluno-atleta por prova individual .

1.3 - Cada aluno-atleta poderá participar de duas prova individual e no revezamento.

1.4 - Os alunos-atletas deverão apresentar-se à Secretaria da modalidade, munidos do documento de identificação.

1.5 - A distribuição das raias será efetuada no momento da confecção das súmulas.

1.6 - Ao aluno-atleta será permitido o uso de implemento próprio, desde que seja aferido antes do início de cada etapa e posto à disposição de todos os competidores.

1.7 - A numeração dos alunos-atletas será de responsabilidade de cada delegação participante, obedecendo à numeração estabelecida.(facultativo).

1.8 - No revezamento, os alunos-atletas de cada equipe deverão competir com
Uniformes idênticos entre si.

1.9 - Os alunos-atletas deverão comparecer uniformizados para a premiação.

1.10 - O aluno-atleta que não comparecer na primeira chamada para a premiação, receberá sua medalha após o término da competição.

3 - FUTSAL

3.1 - Os jogos de futsal dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE 12 a 14 anos” terão a duração de vinte minutos, divididos em dois períodos de deis minutos.

3.2 - As equipes terão direito a um pedido de tempo com duração de um minuto em cada período.

3.2 - Entre cada período haverá um intervalo de três minutos, exceto o intervalo entre o segundo e o terceiro período que será de três minutos.

3.3 - O reinício do jogo após cada intervalo será feito com “pontapé inicial”, pela equipe que não o executou quando do início do período anterior.

3.4 - A troca de lado da quadra dar-se-á somente entre o segundo e o terceiro período.

3.5 - A bola do evento será a oficial usada para a categoria.

3.6 - Não será observada uma seqüência de numeração nas camisetas dos alunos atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas e ao goleiro é facultativo o uso de agasalho esportivo, na sua parte inferior, desde que este não possua bolso, zíper, botões ou qualquer objeto contundente.

3.7 - A equipe será composta por um número máximo de doze alunos-atletas.

3.8 - A equipe deverá se apresentar para o jogo com um número mínimo de oito
alunos-atletas, caso contrário será impossibilitada de disputá-lo e declarada perdedora por WO.

3.9 - Em caso de WO será conferido o placar de 1 x 0 à equipe vencedora.

3.10 - Exceção ao disposto no item 3.10, a partir da segunda rodada, motivado por cumprimento de penalidade ou impossibilidade física devidamente comprovada com atestado médico; neste caso deverá jogar tantos quantos períodos (correspondente ao número de alunos/atletas que faltam) com um aluno-atleta a menos, ou jogar um período com tantos quantos alunos/atletas (correspondente ao número de alunos/atletas que faltam) a menos.

3.11 - Até o final do jogo, no mínimo dez alunos-atletas deverão jogar um período completo; não será permitida a soma de tempo de jogo em períodos distintos para o cumprimento do acima previsto.

3.12 - Quando um aluno-atleta não puder completar um período, a equipe poderá utilizar outro que o completará em seu lugar; esta atitude, no entanto, não caracterizará o cumprimento de um período completo para nenhum deles.

3.13 - Se esta impossibilidade ocorrer no último período do jogo, ou no caso de ser definitiva para ele (expulsão ou impossibilidade física) a equipe deverá completar o período com um aluno-atleta a menos.

3.14 - Em caso de expulsão, a substituição prevista somente acontecerá, dois minutos após a expulsão ou no decurso dos dois minutos, quando a equipe infratora sofrer um gol.

3.15 - O aluno-atleta que receber dois cartões amarelos ficará impossibilitado de participar do jogo seguinte, além de ficar passivo a outras penalidades impostas pela Comissão Disciplinar e/ou Comissão Disciplinar Pedagógica.

3.16 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:
o vitória ............................... 3 pontos;
o empate ............................. 1 ponto;
o derrota ............................. 0 ponto.

3.17 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate: o entre duas equipes:
a) confronto direto;
b) maior número de vitórias;
c) menor número de gols sofridos;
d) maior número de gols marcados;
e) saldo de gols no grupo em que se verificou o empate;
f) gols average no grupo em que se verificou o empate;
g) menor número de cartões vermelhos;
h) menor número de cartões amarelos;
i) sorteio.
o entre três ou mais equipes:
a) maior número de vitórias nas partidas realizadas entre si;
b) menor número de gols sofridos nas partidas realizadas entre si;
c) maior número de gols marcados nas partidas realizadas entre si;
d) saldo de gols no grupo ou turno nas partidas realizadas entre si;
e) gols average no grupo ou turno nas partidas realizadas entre si;
f) menor número de cartões vermelhos;
g) menor número de cartões amarelos;
h) sorteio.

3.18 - Quando da utilização dos critérios de desempate entre as equipes, deve-se utilizar os critérios (letras), sempre em ordem seqüencial, não podendo mudar de item
(entre duas, entre três ou mais equipes).

4 – HANDEBOL

4.1 - Os jogos de handebol nos Jogos Escolares terão a duração de vinte minutos divididos em dois períodos de deis minutos.

4.2 - As equipes terão direito a um pedido de tempo com duração de um minuto em cada período.

4.3 - Entre cada período haverá um intervalo de um minuto, exceto o intervalo entre o segundo e o terceiro período que será de três minutos.

4.4 - O reinício do jogo após cada intervalo será feito com tiro de saída, pela equipe que não o executou no do início do período anterior.

4.5 - A troca de lado da quadra dar-se-á somente entre o segundo e o terceiro período.

4.6 - A bola do evento será a oficial usada para a categoria.

4.7 - Não será observada uma seqüência de numeração nas camisetas dos alunos atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas; ao goleiro é facultativo o uso de agasalho esportivo, na sua parte inferior, desde que este não possua bolso, zíper, botões ou qualquer objeto contundente.

4.8 - A equipe será composta por um número máximo de doze alunos-atletas.

4.9 - A equipe deverá se apresentar para o jogo com um número mínimo de dez alunos-atletas, caso contrário será impossibilitada de disputá-lo e declarada perdedora por WO.

4.10 - Em caso de WO será conferido o placar de 1 x 0 à equipe vencedora.

4.11 - Exceção ao disposto no item 4.9, a partir da segunda rodada, motivado por cumprimento de penalidade ou impossibilidade física devidamente comprovada com atestado médico; neste caso deverá jogar tantos quantos períodos (correspondente ao número de alunos/atletas que faltam) com um aluno-atleta a menos, ou jogar um período com tantos quantos alunos/atletas (correspondente ao número de alunos/atletas que faltam) a menos.

4.12 - Até o final do jogo, no mínimo oito alunos-atletas deverão jogar um período completo; não será permitida a soma de tempo de jogo em períodos distintos para o cumprimento do acima previsto.

4.13 - Quando um aluno-atleta, não puder completar um período, a equipe poderá utilizar outro que o completará em seu lugar; esta atitude, no entanto, não caracterizará o cumprimento de um período completo para nenhum deles.

4.14 - Se esta impossibilidade ocorrer no último período do jogo, ou no caso de ser definitiva para ele (expulsão ou impossibilidade física) a equipe deverá completar o período com um aluno-atleta a menos.

4.15 - A exclusão de dois minutos, prevista na regra oficial da modalidade, será cumprida em um minuto.

4.16 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:
o vitória ............................... 3 pontos;
o empate ............................. 1 ponto;
o derrota ............................. 0 ponto.

4.17 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate: o entre duas equipes:
a) confronto direto;
b) saldo de gols;
c) gols average;
d) menor número de expulsões;
e) menor número de desqualificações;
f) menor número de exclusões
g) menor quociente de cartões amarelos;
h) sorteio.
o entre três ou mais equipes:
a) saldo de gols nos jogos realizados entre si;
b) gols average nos jogos realizados entre si;
c) menor de expulsão nos jogos realizados entre si;
d) menor número de desqualificação nos jogos realizados entre si;
e) menor número de exclusão nos jogos realizados entre si;
f) menor número de cartões amarelos nos jogos realizados entre si;
g) saldo de gols na fase;
h) gols average na fase;
i) menor de expulsão em todos os jogos;
j) menor número de desqualificação em todos os jogos;
k) menor número de exclusão em todos os jogos;
l) menor número de cartões amarelos em todos os jogos;
m) sorteio.

4.18 - Quando da utilização dos critérios de desempate entre as equipes, deve-se utilizar os critérios (letras), sempre em ordem seqüencial, não podendo mudar de item (entre duas, entre três ou mais equipes).

6 - TÊNIS DE MESA

6.1 - Os jogos de tênis de mesa dos JOGOS ESCOLARES BATISTENSE - “JESC 12 a 14 anos” serão realizados no “sistema Copa Davis” obedecendo a seguinte seqüência de jogos:
o 1º set ................... A X X
o 2º set ................... B X Y
o 3º set ................... Dupla X Dupla
o 4º set ................... A X Y
o 5º set ................... B X X

6.2 - A equipe será composta por um número máximo de três alunos-atletas.

6.3 - A equipe deverá se apresentar para o jogo com um número mínimo três alunos atletas, caso contrário será declarada perdedora por três sets a zero.

6.4 - Para o terceiro set as equipes deverão utilizar o terceiro inscrito.

6.5 - É obrigatório o uso de raquetes cujo lado que bater na bola deverá ser coberto com borracha.

6.6 - As equipes deverão jogar uniformizadas; como as bolinhas utilizadas poderão ser brancas ou alaranjadas, fica desaconselhada à utilização de uniforme nestas duas cores.

6.7 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:
o vitória ............................... 3 pontos;
o derrota ............................. 0 ponto.

6.8 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate: o entre duas equipes:
a) confronto direto;
o entre três ou mais equipes:
a) saldo de jogos nas partidas realizadas entre si, no respectivo turno;
b) saldo de sets, nas partidas realizadas entre si, no respectivo turno;
c) saldo de pontos nas partidas realizadas entre si, no respectivo turno;
d) sorteio.

6.9 - Quando da utilização dos critérios de desempate entre as equipes, deve-se utilizar
os critérios (letras), sempre em ordem seqüencial, não podendo mudar de item (entre
duas, entre três ou mais equipes).


7 - VOLEIBOL

7.1 - Os jogos de voleibol nos Jogos Escolares de Santa Catarina - “JESC 12 a 14 anos” serão disputados em dois sets vencedores, sendo os dois primeiros sets de vinte e cinco pontos; em caso de necessidade de um terceiro set, este será de quinze pontos.

7.2 - Nos dois primeiros sets, havendo empate em vinte e quatro pontos, e no terceiro set, havendo empate em quatorze pontos, será necessário que uma equipe alcance a diferença de dois pontos para ser declarada vencedora.

7.3 - Cada um dos dois primeiros sets será dividido em dois períodos; o primeiro período será considerado do início do set ao décimo terceiro ponto; o segundo período será considerado do reinício do set - após o intervalo do primeiro período - até o final do set.

7.4 - As equipes terão direito a um pedido de tempo com duração de um minuto em cada período.

7.5 - Entre cada período, haverá um intervalo de um minuto.

7.6 - Entre cada set haverá um intervalo de três minutos, inclusive entre o segundo e o terceiro set.

7.7 - O reinício do jogo após o intervalo do primeiro período de um dos dois primeiros sets, será feito com saque, pela equipe que consignou o décimo terceiro ponto.

7.8 - Não haverá troca de lado da quadra entre os períodos dos dois primeiros sets.

7.9 - A altura da rede será de 2,35 metros para o “naipe” masculino e 2,20 metros para o “naipe” feminino.

7.10 - A bola do evento será a oficial usada para a modalidade.

7.11 - Não será observada uma seqüência de numeração nas camisetas dos alunos atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas.

7.12 - As equipes não poderão utilizar a figura do aluno-atleta-líbero.

7.13 - A equipe será composta por um número máximo de doze alunos-atletas.

7.14 - A equipe deverá se apresentar para o jogo com um número mínimo de dez alunos-atletas, caso contrário será impossibilitada de disputá-lo e declarada perdedora por WO.

7.15 - Em caso de WO será conferido o placar de dois sets a zero à equipe vencedora.

7.16 - Exceção ao disposto no item 7.14, a partir da segunda rodada, motivado porcumprimento de penalidade ou impossibilidade física devidamente comprovada com atestado médico; neste caso deverá iniciar o primeiro set com o placar de 13 X 0, em favor da equipe adversária, (correspondente aos pontos do primeiro período do primeiro set).

7.17 - Até o final do segundo período do segundo set, no mínimo oito alunos-atletas
deverão disputar um período completo; não será permitida a soma de pontos de jogo
em períodos distintos para o cumprimento do acima previsto.

7.18 - Quando um aluno-atleta, não puder completar um período, a equipe poderá
utilizar outro que o completará em seu lugar; esta atitude, no entanto, não caracterizará o cumprimento de um período completo para nenhum deles.

7.19 - Se esta impossibilidade ocorrer no segundo período do segundo set, ou no caso
de ser definitiva para o jogo (expulsão ou impossibilidade física) a equipe será considerada perdedora do set.

7.20 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:
o vitória ............................... 3 pontos;
o derrota ............................. 0 ponto.

7.21 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate: o entre duas equipes:
a) set “average”;
b) pontos “average”;
c) confronto direto;
o entre três ou mais equipes:
a) set “average” entre as equipes empatadas;
b) pontos “average” entre as equipes empatadas;
c) sorteio.

7.22 - Quando da utilização dos critérios de desempate entre as equipes, deve-se utilizar os critérios (letras), sempre em ordem seqüencial, não podendo mudar de item
(entre duas, entre três ou mais equipes).

8 - XADREZ

8.1 - As competições de xadrez nos Jogos Escolares - “JESC 12 a 14 anos” serão realizadas por equipe, em três tabuleiros.

8.2 - As equipes deverão ser compostas, obrigatoriamente, por três alunos-atletas.

8.3 - A escalação da equipe deverá ser feita no congresso técnico específico, que ocorrerá trinta minutos antes da primeira rodada.

8.4 - Os alunos-atletas dos tabuleiros um e três conduzirão as peças da cor estabelecida à equipe, em cada rodada; o aluno-atleta do tabuleiro dois conduzirá as peças da cor contrária.

8.5 – A(s) substituição(ões) da equipe titular para cada rodada, serão estabelecidas respeitando-se o sistema olímpico da FIDE, e deverão ser entregues dez minutos antes de cada rodada.

8.6 - O início das rodadas, assim como o entregue das substituições, será computado pelo relógio do coordenador.

8.7 - O tempo de reflexão por jogador será de quarenta e cinco minutos nocaute.

8.8 - Cada jogador que estiver com menos de cinco minutos para completar os tempos previstos poderá deixar de anotar os lances.

8.9 - Em caso de número impar de participantes no sistema suíço de emparceiramento, a equipe que ficar “bye” ganhará a metade dos pontos possíveis.

8.10 - Cabe ao professor-técnico, quando consultado sobre um resultado de empate, responder SIM ou NÃO somente em função do resultado da equipe, e não pela posição da partida. A resposta deverá ser imediata.

8.11 - A contagem de pontos será sempre individual:
o vitória ............................... 1 ponto;
o empate............................. 0,5 ponto;
o derrota ............................ 0 ponto.

8.12 - A classificação da equipe será efetuada pela soma dos pontos individuais de seus alunos-atletas.

8.13 - É obrigatório o uso do relógio de xadrez bem como a anotação da partida.

8.14 - As competições obedecerão às seguintes normas de emparceiramento e etapas:
A - Tabela Schuring, quando o número de equipes participantes for menor que nove.
Critérios de desempate para o Sistema Schuring de emparceiramento: a eliminação dos resultados contra os adversários do mais baixo grupo de pontuação; se permanecer o empate, elimina-se a pontuação do próximo grupo de pontuação mais baixa e assim sucessivamente; a aplicação do sistema Sonnembor-Berger; o confronto direto; o maior número de pontos no 1º tabuleiro; persistindo o empate, no 2º tabuleiro.
B - Se o número de equipes for igual ou superior a nove, as competições obedecerão ao que segue: o A classificação das equipes para o em parceiramento inicial será efetuada pelo critério de sorteio.

8.15 - Para efeito de classificação final, serão usados os seguintes critérios:
a) milésimos totais;
b) milésimos medianos;
c) Sonnembor-Berger;
d) confronto direto;
e) melhor pontuação no primeiro tabuleiro;
f) match desempate entre as equipes, com tempo de reflexão de quinze minutos para cada jogador.

8.16 - Até quatorze equipes participantes, as competições serão realizadas em cinco rodadas; acima deste número em sete rodadas, com contagem de pontos corridos, por equipe.

8.17 - É expressamente proibido o uso de telefone celular ou outros meios de comunicação no local dos jogos. Se o celular de um jogador tocar durante alguma partida, este será declarado perdedor da partida.

 

9- VÔLEI DE PRAIA (DUPLAS)

9.01- As competições de vôlei de areia (duplas) terão 3 atletas inscritos na modalidade e as disputas serão realizadas de acordo com as regras internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Voleibol e pelo que dispuser este Regulamento.

9.02-A partida será realizada em 1 (um) set de 15 (quinze) pontos com vantagem.

9.03-A classificação será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

a)vitória– 2 pontos;
b)derrota– 1 ponto;
c)ausência– 0 ponto.

9.04-Cada equipe será formada por três atletas, sendo definidos os dois atletas para o evento, antes do início do primeiro jogo da competição. Não é permitido substituição de atletas no jogo em disputa.

9.05- Ocorrendo empate na classificação, em turno ou grupo, empregar-se-ão os critérios seguintes:

a)Entre duas equipes:
A. (1) pontos average,
A. (2) confronto direto;

b) entre três ou mais equipes:
B. (1) pontos average entre as equipes empatadas,
B. (2) pontos average entre todas as equipes do grupo,
B. (3) sorteio.

9.06- As carteiras de identificação dos atletas e dirigentes deverão permanecer na mesa de controle até o final do jogo, sendo devolvidas ao término, juntamente com a cópia da súmula da partida.

9.07-O atleta, técnico, assistente-técnico ou dirigente desqualificado pelo árbitro estará automaticamente suspenso por uma partida, independente da punição que lhe poderá ser imposta pelo Conselho Disciplinar.

9.08-O aquecimento dos atletas não poderá de forma alguma contribuir para o atraso do jogo. As equipes deverão se aquecer com antecedência fora da quadra.

9.09- A Altura da rede será de 2,35 m para o masculino e 2,15 m para o feminino.

9.10- Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação Técnica da modalidade, não podendo essas resoluções contrariar as regras oficiais e o Regulamento Geral.

SORTEIO DOS JOGOS

MOLEQUE BOM DE BOLA MASC.

1 X4
2 X3

FOLGA 5 :


MOLEQUE BOM DE BOLA FEM.

1 X4
FOLGA 2 X

 

FUTSAL MASC

1 X4
2 X3

FOLGA 5:


FUTSAL FEM.

1 X4
2 X3

FOLGA 5

VOLEIBOL MASC.

1 X4
2 X3


VOLEIBOL FEM.

1 X4
2 FOLGA.X3


HANDEBOL MASC.

1 X4
2 X3

 

HANDEBOL FEM.

1 X4
2
X3

VOLEI AREIA MASC.

1 X4
2 X3

FOLGA:
VOLEI AREIA FEM.

1 X4
2 X3

FOLGA:

TENIS DE MESA MASC.

1 X4
2 X3


TENIS DE MESA FEM

1 X4
2 X3

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

(Não será publicado)

Mais notícias
FUBE
Redes sociais Twitter Facebook Orkut Contato RSS

Contato

FUBE
Fundação Batistense de Esportes

Fone: (48) 3265-4227
Email: contato@fube.sc.gov.br
Endereço:
R. Marechal Floriano Peixoto, 253
Centro, São João Batista - SC